Programa de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia Elétrica

A Epasa aplica 1% de sua receita operacional líquida em P&D (pesquisa e desenvolvimento). Desse percentual, 40% é destinado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – FNDCT, 20% para o Ministério de Meio Ambiente – MME e 40% para projetos de pesquisa e desenvolvimento, segundo regulamentação estabelecida pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

O objetivo do Programa de P&D é aplicar recursos humanos e financeiros em projetos que visam promover a cultura da inovação, estimulando a pesquisa e desenvolvimento no setor elétrico brasileiro, criando novos equipamentos e aprimorando a prestação de serviços que contribuam para a segurança do fornecimento de energia elétrica, a modicidade tarifária, a diminuição do impacto ambiental do setor e da dependência tecnológica do país. Na data base de dezembro de 2019, o saldo da conta de obrigações acrescido dos valores creditados a título de SELIC, referentes ao programa de pesquisa e desenvolvimento Aneel, é de R$ 11.174.767,58. Contribuições e informações devem ser enviadas aos seguintes e mails:  renato.pinheiro@utepasa.com.britalo.santana@utepasa.com.br e ped@utepasa.com.br.

Conheça alguns de nossos projetos: 

 
 

Projeto de GESTÃO 2015 (código: PG-7236-2015/2015)

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 12 meses;
     

  • OBJETIVO: Gerenciamento e Controle Amplo-empresarial do Programa e dos Inerentes Projetos de P&D da Empresa;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Planejamento, orçamentação e execução da totalidade de atividades anuais que aprovisionam e disponibilizam suporte operacional interno para as funções de controle físico, administrativo-financeiro, de relatoria e afins, e de custeio para os membros da equipe de gestão com viagens, diárias, participação em eventos e outras ocupações fora da rotina funcional específica interna da empresa e que exijam dedicação com nas Programações de P&D, incluindo despesas na busca de parcerias, e outros, correlatos aos Projetos de P&D do Setor Elétrico Nacional na empresa;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 242.287,44;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

 

TÍTULO DO PROJETO

 

Projeto de GESTÃO 2016 (código: PG-7236-2016/2016)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 12 meses;
     

  • OBJETIVO: Gerenciamento e Controle Amplo-empresarial do Programa e dos Inerentes Projetos de P&D da Empresa;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Planejamento, orçamentação e execução da totalidade de atividades anuais que aprovisionam e disponibilizam suporte operacional interno para as funções de controle físico, administrativo-financeiro, de relatoria e afins, e de custeio para os membros da equipe de gestão com viagens, diárias, participação em eventos e outras ocupações fora da rotina funcional específica interna da empresa e que exijam dedicação com nas Programações de P&D, incluindo despesas na busca de parcerias, e outros, correlatos aos Projetos de P&D do Setor Elétrico Nacional na empresa;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 158.220,81;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

 

TÍTULO DO PROJETO

 

Projeto de GESTÃO 2017-2019 (código: PG-7236-2017/2017)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Gerenciamento e Controle Amplo-empresarial do Programa e dos Inerentes Projetos de P&D da Empresa;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Planejamento, orçamentação e execução da totalidade de atividades anuais que aprovisionam e disponibilizam suporte operacional interno para as funções de controle físico, administrativo-financeiro, de relatoria e afins, e de custeio para os membros da equipe de gestão com viagens, diárias, participação em eventos e outras ocupações fora da rotina funcional específica interna da empresa e que exijam dedicação com nas Programações de P&D, incluindo despesas na busca de parcerias, e outros, correlatos aos Projetos de P&D do Setor Elétrico Nacional na empresa;
     

  • INVESTIMENTO PREVISTO: R$ 186.512,88;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

 

TÍTULO DO PROJETO

 

Projeto de GESTÃO 2019-2021 (código: PG-7236-2019/2019)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Gerenciamento e Controle Amplo-empresarial do Programa e dos Inerentes Projetos de P&D da Empresa;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Planejamento, orçamentação e execução da totalidade de atividades anuais que aprovisionam e disponibilizam suporte operacional interno para as funções de controle físico, administrativo-financeiro, de relatoria e afins, e de custeio para os membros da equipe de gestão com viagens, diárias, participação em eventos e outras ocupações fora da rotina funcional específica interna da empresa e que exijam dedicação com nas Programações de P&D, incluindo despesas na busca de parcerias, e outros, correlatos aos Projetos de P&D do Setor Elétrico Nacional na empresa;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO ATÉ 2019: R$ 168.476,00;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

 

TÍTULO DO PROJETO

 

Metodologia de Elaboração da Função de CUSTO DO DÉFICIT (código: PD-0642-0002/2014)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Como projeto cooperado conjuntamente desenvolvido por diversas empresas do setor elétrico, sendo a EPASA coparticipante, o objetivo é a estimação do custo do déficit do setor elétrico para que sirva de base para tomadas de decisão;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Estudos para cálculo do custo do déficit a partir de três metodologias:

    • a) atualização do método atual;

    • b) “value of lost load” (sondagens para inferir o custo do déficit do consumidor);

    • c) cálculo dos segmentos da função custo do déficit considerando a aversão ao risco da operação;
       

  • INVESTIMENTO REALIZADO PELA EPASA: R$ 315.449,03;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • ​PROPONENTE: ENERCAN – CAMPOS NOVOS ENERGIA S.A.;

    • COOPERADAS: BAESA – ENERGÉTICA BARRA GRANDE S.A.; BARRA DO BRAÚNA ENERGÉTICA S.A.; ITIQUIRA ENERGÉTICA S.A.; ENERGÉTICA ÁGUAS DA PEDRA S.A.; SE NARANDIBA S.A.; CANDEIAS ENERGIA S.A.; COMPANHIA ENERGÉTICA POTIGUAR; COMPANHIA ENERGÉTICA MANAUARA; FOZ DO CHAPECÓ ENERGIA S.A.; PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. – PETROBRAS; COPEL GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A.; CERAN – COMPANHIA ENERGÉTICA RIO DAS ANTAS; CEMIG GERAÇÃO E TRANSMISSÃO S.A.; CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A.; CESP – COMPANHIA ENERGÉTICA DE SÃO PAULO; DUKE ENERGY INTERNATIONAL, GERAÇÃO PARANAPANEMA S.A.; EPASA – CENTRAIS ELÉTRICAS DA PARAÍBA S.A.; CPFJ PIRATININGA – COMPANHIA PIRATINIGA DE FORÇA E LUZ; CPFL PAULISTA – COMPANHIA PAULISTA DE FORÇA E LUZ; RGE – RIO GRANDE ENERGIA; CPFL JAGUARI – COMPANHIA JAGUARI DE ENERGIA; CPFL SUL PAULISTA – COMPANHIA SUL PAULISTA DE ENERGIA; CPFL MOCOCA – COMPANHIA LUZ E FORÇA DE MOCOCA; ELEKTRO ELETRICIDADE E SERVIÇOS S.A.; SANTO ANTÔNIO ENERGIA S.A.;

    • CONTRATADAS: FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS; PSR SOLUÇÕES E CONSULTORIA EM ENERGIA LTDA.; MELLO ASSOCIADOS ENGENHARIA E CONSULTORIA LTDA.; CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S.A. 

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

Desenvolvimento do Mercado de GÁS NATURAL no Brasil para Geração de Energia Elétrica (código: PD-7236-0001/2013)

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses (prorrogado para 30 meses);
     

  • OBJETIVO: Introduzir a necessária visão geral do mercado de gás natural no âmbito das empresas do setor elétrico, incluindo o desenvolvimento e a implantação de um sistema computacional que permita às empresas geradoras de energia elétrica enxergarem tecnicamente e economicamente o gás natural como fonte alternativa inovadora em máquinas e equipamentos de combustão do setor, na transformação de energia térmica em energia elétrica;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Estudos, pesquisas e ensaios de naturezas acadêmica, científica e técnica, incluindo inerentes cálculos de viabilidade econômica, objetivando visualizar a efetiva possibilidade de utilização da fonte gás natural como insumo para a geração de energia elétrica no Brasil;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO PELA EPASA: R$ 724.195,69;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • ​PROPONENTE: EPASA – CENTRAIS ELÉTRICAS DA PARAÍBA S.A;

    • COOPERADAS: AES Tietê S/A; CEMIG Geração e Transmissão S.A.; Central Geradora Termelétrica Fortaleza S.A; Companhia Paulista de Força e Luz; Duke Energy International, Geração Paranapanema S.A.; PANTANAL ENERGÉTICA LTDA; Termopernambuco S.A.; Tractebel Energia;

    • ​CONTRATADAS: PSR Soluções e Consultoria em Energia LTDA; ROLAND BERGER STRATEGY CONSULTANTS LTDA.
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

TÍTULO DO PROJETO

 

Inserção Técnico-Comercial de GERAÇÃO SOLAR FOTOVOLTAICA na Rede da CPFL - Diversificando a Matriz Energética Brasileira (código: PD-2937-0045/2011)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 54 meses;
     

  • OBJETIVO: Atender integralmente a chamada ANEEL 013-2011;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Monitoramento e análise do sistema solar (e eólico) no que tange ao desempenho comparativo do sistema e da conexão com a rede. Projetar e construir bancada (Smart Integration) que irá permitir monitorar e avaliar impactos da conexão da planta na rede de distribuição. Análise do potencial de nacionalização de equipamentos fotovoltaicos e eólicos, inclusive inversores, para geração distribuída em baixa tensão. Teste e avaliação de equipamentos nacionais; Estudo técnico-econômico do projeto de geração solar PV, Projeto Básico e Projeto Executivo de uma planta pV conectada à rede da CPFL, com 1,05 MWp (2 tecnologias distintas), sendo a conexão na MT. Realizar avaliação técnico-econômica de tecnologias de PV;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO PELA EPASA: R$ 695.989,04;
     

  • EXECUTORAS:

    • PROPONENTE: Companhia Piratininga de Força e Luz;

    • COOPERADAS: Campos Novos Energia S/A; Centrais Elétricas da Paraíba S. A.; Companhia Energética Rio das Antas; Companhia Jaguari de Energia; Companhia Luz e Força Mococa; Companhia Luz e Força Santa Cruz; Companhia Paulista de Energia Elétrica; Companhia Paulista de Força e Luz; Companhia Sul Paulista de Energia; Energética Barra Grande S/A; Foz do Chapecó Energia S/A; Rio Grande de Energia S/A;

    • EXECUTORAS: Aqua Genesis - Instituto Para Estudos E Projetos Em Energia, Hidrogenio E M; HyTron Assessoria Tecnológica em Energia; Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento; PSR Consultoria LTDA; Universidade Estadual de Campinas.
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

TÍTULO DO PROJETO

 

Sistema de Monitoramento e Diagnóstico de Falhas em Geradores com Sistema de Excitação BRUSHLESS (PD-7236-0002/2013)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses (prorrogado para 42 meses);
     

  • OBJETIVO: Desenvolvimento de um sistema de monitoramento e diagnóstico de falhas em geradores síncronos com sistema de excitação brushless a ser aplicado em uma Termoelétrica;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Diante da inexistência de um sistema que faça o monitoramento e diagnóstico das condições do rotor em geradores com sistemas de excitação Brushless, este projeto visa o desenvolvimento e aplicação de um sistema com esta finalidade, que trará os seguintes benefícios para a Operação e Manutenção:

    1. Realizar análise preditiva das condições operacionais, baseado em curvas de tendência de falha;
    2. Favorecer ações preventivas, contribuindo para a programação da anutenção;
    3. Reduzir o risco de indisponibilidade não programada do gerador;
    4. Reduzir os custos inerentes às manutenções corretivas;
    5. Monitorar, em tempo real, as condições do gerador, inclusive, as bobinas polares;
    6. Executar autodiagnóstico pré-operacional avaliando as condições antes do sincronismo da UG dos Geradores;

     

  • INVESTIMENTO PREVISTO: R$ 653.777,26;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • PROPONENTE: EPASA;

    • EXECUTORA: SD Soluções Ltda.;
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

TÍTULO DO PROJETO

 

DESENVOLVIMENTO DE BIODETERGENTES PARA REMOÇÃO DE RESÍDUOS DE PETRODERIVADOS EM USINAS TERMELÉTRICAS (CÓDIGO: PD-7236-0004/2016)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 36 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolver Biodetergente(s) com características de biodegradabilidade e ausência de toxicidade, capaz de limpar de forma rápida os resíduos oriundos de petroderivados, tais como óleo combustível OCB1, diesel, óleo lubrificante e graxas, impregnados em peças, pisos e máquinas da usina;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: a proposta deste projeto visa desenvolver soluções em três vertentes diferentes a saber:

    1. Solução para limpeza de peças impregnadas por óleo combustível OCB1;
    2. Solução para limpeza dos pátios da usina impregnados por óleos lubrificantes;
    3. Solução para remoção e limpeza de ambiente e máquinas cuja sujeira esteja associada com graxas.

    As soluções propostas acima permitirão com que se possa realizar uma limpeza na usina de forma completa, reduzindo‐se os riscos de intoxicação dos operadores e reduzindo o impacto ambiental da atividade, devido ao uso de um novo produto atóxico e biodegradável.

     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 2.288.301,55;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • PROPONENTE: EPASA;

    • EXECUTORA: Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação - IATI;
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: ENCERRADO.

TÍTULO DO PROJETO

 

SISTEMA ELETRÔNICO PARA GERENCIAMENTO BICOMBUSTÍVEL DUAL FUEL NOS MOTORES MAN 3240 UTILIZADOS PELA EPASA. (CÓDIGO: PD-7236-0003/2016)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolvimento de um Sistema eletrônico para gerenciamento bicombustível (Dual Fuel) em conjunto moto-gerador MAN 3240 da EPASA;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: O Projeto aqui apresentado tem como objetivo dotar um dos motogeradores, de uma das termelétricas da EPASA, de uma inteligência composta de sensores de captação de dados, sistema de análise de dados e atuadores que ajustem em tempo real grandezas como pressão de injeção, volume de injeção e momento da injeção, permitindo melhor aproveitamento do combustível, melhor rendimento dos motores e diminuição da emissão de poluentes. Neste caso específico do projeto esperam-se, além de ganhos em eficiência dos motores e redução de emissões devido à elevação da pressão de injeção do combustível (causada pela atomização¹ do combustível), ganhos com a equalização da injeção em cilindros (refletindo inclusive em menores vibrações e capacidade de operação otimizada em cargas parciais;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO ATÉ 2019: R$ 9.558.561,12;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • PROPONENTE: EPASA;

    • EXECUTORAS: Fundação CPqD - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações e DSofer Assessoria em Tecnologia Ltda.
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

TÍTULO DO PROJETO

 

TÍTULO DO PROJETO: DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE REFINAMENTO DA SEPARAÇÃO LÍQUIDO-LÍQUIDO UTILIZANDO TORRE DE SATURAÇÃO INDUZIDA (CÓDIGO: PD-7236-0006/2016)

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolver um sistema para tratamento de águas oleosas, utilizando um tanque de coleta de óleo livre e uma torre de saturação induzida. A torre é constituída de bandejas dispostas verticalmente, reduzindo o espaço físico necessário e aumentando a eficiência de separação do sistema;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Em função de sua elevada eficiência, a técnica de saturação com microbolhas de ar induzido tem sido requerida por diferentes tipos de tratamentos de efluentes, em especial de água oleosas, principalmente quando comparada com técnicas de flotação por ar dissolvido (FAD) em coluna. A operação cuidadosa dessas torres pode levar a uma manipulação mais racional dos fluxos dos fluidos tratados, permitindo que se aproveite a energia potencial do líquido, alimentado no topo da mesma, para promover vários pontos de mistura gás-líquido;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO ATÉ 2019: R$ 2.526.887,64;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS:

    • ​PROPONENTE: EPASA;

    • EXECUTORA: Instituto Avançado de Tecnologia e Inovação - IATI;
       

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

Inserção de sistema de armazenamento em configurações múltiplas para suporte à Geração Eólica – Chamda 21

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 48 meses;
     

  • OBJETIVO: Este projeto tem como objetivo geral promover o conhecimento sobre as tecnologias de armazenamento de energia que potencialmente estarão disponíveis no mercado nos próximos anos, bem como implementar possíveis aplicações e, sobretudo, desenvolver modelos de negócios, visto que esta tecnologia é bastante promissora para causar uma revolução no setor elétrico. DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Desenvolver metodologias que suportem o dimensionamento, a escolha de configuração otimizada e site para ESS operando com central eólica, também fornecer recomendações para normas técnicas, estudar e propor ferramentas regulatórias bem como capacitar e formar profissionais nos temas correlatos ao armazenamento de energia;
     

  • INVESTIMENTO PREVISTO: R$ 26.171.703,20 (Participação da Epasa: R$ 6.800.000,00);
     

  • EXECUTORA: UFPE – Universidade Federal de Pernambuco, ITENN, PSR Consultoria em Energia;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM ANDAMENTO.

Desenvolvimento de protótipo e Cabeça de Série de uniforme em trama única de alta qualidade, resistente ao calor, à chama e aos arcos elétricos, com propriedade oleofóbica (código: PD-07236-0007/2019)

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolver, fabricar e certificar como Equipamento de Proteção Individual, um uniforme inédito em uma única trama para UTEs;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: : O projeto tem como desafios o desenvolvimento e processo fabril de um uniforme seguro, confeccionado a partir de fibras e tecidos inovadores, que concilie conforto, alta proteção, longevidade oleofóbica e proteção contra arcos-elétricos e chamas;
     

  • INVESTIMENTO PREVISTO: R$ 2.930.582,06;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA (Proponente), EPESA (Cooperada) DUX PARTICIPAÇÕES E NEGÓCIOS LTDA - HUBZ;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

Cabeça de Série de desenvolvimento de biodetergentes para remoção de resíduos de petroderivados em usinas termelétricas 

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 32 meses;
     

  • OBJETIVO: Aumentar a escala de produção dos Biodetergentes;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Baseado nos resultados do projeto de P&D intitulado “Desenvolvimento de Biodetergentes para Remoção de Resíduos de Petroderivados em Usinas Termelétricas” três empresas termelétricas se uniram para avançar na cadeia de inovação do projeto, baseado nos resultados bastante promissores do Biodetergente, que visa limpar peças, chão, paredes, uniformes, e várias outras superfícies impregnadas por óleo OCB1. A solução se mostrou biodegradável e atóxica, trazendo benefícios sociais e ambientais para as empresas e para a sociedade.
    Desta forma, este projeto busca estudar as condições ideais para aumentar a escala de produção do produto, de maneira a iniciar uma cabeça de série da produção do mesmo. Desafios do aumento de escala serão estudados e ajustados para futuramente o produto poder entrar no mercado comercialmente;

     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 600.000,00;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA (Proponente), EPESA (Cooperada), TERMOCABO (Cooperada) e INSTITUTO AVANÇADO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - IATI;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

DIGITAL TWIN DE APOIO A TOMADA DE DECISÃO OPERACIONAL DE USINA TERMELÉTRICA A MOTORES DE COMBUSTÃO

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolvimento de um sistema de apoio a tomada de decisão de forma a maximizar a confiabilidade e disponibilidade de usinas termoelétricas utilização da tecnologia de Inteligência Artificial com abordagem de Digital Twin;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: O sistema consistirá em uma ferramenta construída sobre um conjunto de modelos de Inteligência Artificial para predição e indicação em tempo real de tendências e desvios operacionais nas unidades geradoras da usina. A ferramenta utilizará uma abordagem de Digital Twin para cada equipamento, combinando dados históricos e suas correlações com modelos de engenharia. Os modelos representam as condições e parâmetros mecânicos, térmicos e elétricos de cada equipamento em condições operativas normais e a ferramenta gera alertas quando ocorrem desvios em relação ao modelo base, que permitirão ao operador realizar uma manobra operacional para evitar uma tendência indesejada e/ou gerar ações de manutenção para aquele equipamento ou subsistema;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 3.793.210,00;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA e RADIX ENGENHARIA E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE S.A.;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

OTIMIZAÇÃO DE PERFORMANCE ENERGÉTICA DE USINA TERMELÉTRICA A MOTORES DE COMBUSTÃO COM UMA ABORDAGEM DE DIGITAL TWIN

TÍTULO DO PROJETO

 

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolvimento de um sistema inteligente em tempo real para otimização operacional da geração na UTE EPASA utilizando dados históricos adquiridos através dos sensores e medidores presentes na usina, gerando uma padronização dos procedimentos de operação;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: A ferramenta tem por função o auxílio da operação da usina térmica EPASA, visando melhorar seu desempenho através da otimização da relação entre combustível utilizado versus energia gerada. De maneira geral, objetiva-se potencializar a energia produzida para um determinado consumo de combustível mediante aumento da eficiência das unidades geradoras. O software será composto por módulos de notificações operacionais em tempo real, simulação e de apoio ao sincronismo e operação. A ferramenta fará uso do Digital Twin de forma a criar uma réplica de cada um dos motores da usina, contemplando as variáveis de consumo de combustível e energia gerada por equipamento, almejando testar e validar possíveis cenários de configurações dos parâmetros das unidades geradoras para otimizar seu funcionamento;
     

  • INVESTIMENTO REALIZADO: R$ 3.269.470,00;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA e RADIX ENGENHARIA E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE S.A.;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.

TÍTULO DO PROJETO

 

O FUTURO DAS USINAS TERMELÉTRICAS COM PERSPECTIVA DE FINAL DE CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA NO SETOR ELÉTRICO

  • PRAZO DE EXECUÇÃO: 24 meses;
     

  • OBJETIVO: Desenvolvimento de metodologias e técnicas, baseados na pesquisa bibliográfica e benchmark internacional, para avaliação da vida útil econômica de empreendimentos de elevado custo de operação que supram o sistema de características operativas como confiabilidade e estabilidade sistêmica;
     

  • DESCRIÇÃO TÉCNICA SUCINTA: Serão analisadas as condições operativas do Sistema Integrado Nacional – SIN para diversos cenários de evolução de expansão da capacidade instalada tendo como base o Plano Decenal de Expansão 2029, observando assim a matriz de geração elétrica e a expectativa de evolução do consumo de energia elétrica em horizontes de curto, médio e longo prazos. Serão avaliados os impactos da descontratação da energia e o descomissionamento das usinas térmicas operadas a óleo diesel e óleo combustível no horizonte entre 2023 e 2028. Para essa avaliação serão desenvolvidas metodologias de análise e implementados sistemas de simulação e otimização de operação do sistema que empregarão técnicas originais e inovadoras, desenvolvidas com base em conteúdo teórico sustentado e bem fundamentado, aplicando a casos práticos;
     

  • INVESTIMENTO PREVISTO: R$ 1.798.700,00;
     

  • ENTIDADES ENVOLVIDAS: EPASA, THYMOS ENERGIA ENGENHARIA E CONSULTORIA LTDA, FDTE - FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DA ENGENHARIA E MRTS - CONSULTORIA E ENGENHARIA SS.;
     

  • SITUAÇÃO DO PROJETO: EM EXECUÇÃO.